O Jeito Mais Fácil de Rodar Programas do Windows no Macbook

Um dos pontos negativos tanto do Mac OS tanto do Windows são seus programas exclusivos, ambos tem aplicações que não rodam um no outro, para Mac há algumas soluções, alguns apelam para virtualizar o windows dentro do próprio Mac com Parallels e outros preferem fazer Dual Boot com Boot Camp, mantendo os dois sistemas disponíveis na inicialização, porém há mais uma forma e esta é a que considero mais facilitada de todas, que é utilizando um pequeno utilitário que é extremamente fácil de usar, ele é acessível e descomplicado e com poucos cliques faz sua função, este utilitário se chama Wine.


As pessoas que mudam do Windows para o Mac geralmente acham difícil sobreviver sem todos os aplicativos e jogos aos quais se acostumaram. É daí que surgiu uma ideia para obter esse software no Mac OS X.. Se você precisa executar apenas determinados aplicativos, é melhor usar o Wine, que não é um emulador, mas sim um ambiente para trabalhar com produtos baseados no Windows.

Com o Wine, você pode esquecer o Boot Camp, Parallels, e VMware Fusion e todas as outras coisas que retardarão seu computador.  O Boot Camp, que permite que você execute uma cópia completa do Windows diretamente no seu Mac com processador Intel, mas requer uma reinicialização para alternar entre os ambientes do OS X e do Windows, o que pode ser entediante. Existem emuladores que você pode comprar, como o Parallels e o VMWare Fusion, mas eles nunca são suficientes, sempre parecem estar cheios de problemas.  Eles também custam um pouco e exigem um cópia completa do Windows, que também lhe custará algum dinheiro.

O Wine também pode executar o software do Windows diretamente em um Mac, sem exigir uma licença do Windows ou a necessidade de o Windows ser executado em segundo plano, sendo uma alternativa mais leve do que programas de virtualização de todo o SO. Se você só quer executar algum programa criado para o sistema operacional Windows no seu Mac, sem uma reinicialização, sem comprar um novo programa ou nova cópia de um sistema operacional que você realmente não quer usar.

Felizmente, há uma maneira rápida, fácil e grátis de se fazer isso.



Wine, na verdade, funciona como um tradutor entre as instruções do programa para PC e o sistema operacional Mac. Basicamente, engana o programa, fazendo-os pensar que estão rodando em um ambiente Windows, sem realmente emular esse ambiente e obtendo o mesmo desempenho, O Wine também tem o benefício de uma grande comunidade de código aberto para suporte, o que significa que ele continuará melhorando e melhorando a compatibilidade de muitos programas ao longo do tempo.

Falando em compatibilidade, nem todos os jogos e programas vão funcionar com o Wine. Para descobrir se a aplicação que você quer tentar instalar no seu Mac via Wine funcionará, acesse o site do Wine HQ , onde eles têm um banco de dados inteiro cheio de jogos e aplicativos que funcionarão com o Wine. O Wine não é perfeito, e nem todo aplicativo é executado adequadamente. Alguns aplicativos falharão ou não serão executados.O Boot Camp é uma opção mais confiável, mas exige uma instalação do Windows completa. Para aplicativos que funcionam, no entanto, o Wine pode ser uma alternativa extremamente útil e fácil.

Nós estaremos usando o WineBottler para este tutorial, já que parece ser a opção mais popular entre os usuários de Mac. Ele pode criar pacotes Mac .app para programas do Windows.


Como executar o software Windows em um Mac com o WineBottler
Para começar, baixe o WineBottler . Certifique-se de baixar uma versão que funciona no seu lançamento do Mac OS X.  Abra o arquivo DMG baixado. Arraste e solte os aplicativos Wine e WineBottler para a pasta Aplicativos para instalá-los, assim como faria com qualquer outro aplicativo Mac. Você pode então executar o WineBottler da sua pasta Aplicativos.



O WineBottler lista vários programas diferentes que você pode instalar facilmente. Escolha qualquer uma destas opções e o WineBottler irá automaticamente baixar, instalar e configurar esses aplicativos para você.

A aplicação instalada aparecerá em “On My Mac” na janela do WineBottler. Você pode desinstalá-los daqui, se quiser. Clique em um aplicativo e ele será iniciado em uma janela, recebendo seu próprio ícone no seu dock.



Para executar outra aplicação que não apareça na lista do WineBottler, você pode simplesmente baixá-la, clicar com o botão direito ou clicar com a tecla Ctrl no arquivo .exe para selecionar Abrir Com> Wine.Tão Simples quanto isto !

O WineBottler permite que você execute rapidamente o .exe diretamente, se quiser.



Você também pode optar por instalar o aplicativo em um arquivo Mac .app criado pelo WineBottler. Se você optar por convertê-lo em um pacote de aplicativos do OS X, você será levado para a tela Avançado do WineBottler. Forneça o arquivo .exe usado para instalar o aplicativo e você pode instalá-lo como um .app usando as opções.

No entanto, isso geralmente não é necessário - apenas executar arquivos .exe diretamente com o Wine geralmente deve funcionar.


DICAS PARA O MELHOR FUNCIONAMENTO:
Existem várias maneiras de obter o Wine em um Mac. O site oficial do projeto no WineHQ agora fornece versões oficiais do Wine para Mac OS X, mas estes vem com configurações muito superficiais. A melhor maneira de experimentar o Wine é com o WineBottler de terceiros , que adiciona algumas conveniências muito necessárias. Eles geralmente realizam ajustes que você teria que executar manualmente se estivesse usando o software base Wine. Ferramentas personalizadas terceiros incluem WineBottler, PlayOnMacWineskin.

Se você não conseguir que um aplicativo funcione, você deve realizar uma pesquisa na Web para seu nome e "wine" ou "winebottler" para obter dicas sobre quais funções avançadas você pode precisar.

A melhor dica é manter seu Wine sempre atualizado para ganhar melhorias, com elas o Wine finalmente suporta aplicativos de 64 bits  - ao lado de aplicativos de 32 bits. Ele também permite que os aplicativos sejam exibidos em alta resolução em telas Retina e mais elementos de interface sejam dimensionados corretamente telas de alta DPI.

Suporte para mais recursos do Direct3D 10 e 11 também foram adicionados, e o WineD3D agora reconhece um número maior de placas gráficas. Há também uma série de melhorias para coisas como rede, kernel, texto e fontes e muito mais.

O Wine é melhor se você precisa executar um programa do Windows ou dois e vale a pena manter por esses tempos. Mas se você precisar executar muitos programas do Windows, será melhor usar outro método.


Nenhum comentário:

Postar um comentário